Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Na França, secretário visita empresa que desenvolve sistema de transporte de alta velocidade

Publicação:

WhatsApp Image 2021 10 08 at 13 14 09
Comitiva governamental gaúcha visita a empresa Hyperloop - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

O último dia da missão governamental do RS à Europa foi encerrado com a visita à sede de testagem da Hyperloop Transportation Technologies (HTT), em Toulouse, no sul da França. A empresa é a desenvolvedora do sistema de transporte por cápsulas para passageiros ou cargas, que podem alcançar 1,2 mil km/h com conforto e segurança. No local, o responsável pelo programa, Alexandre Zisa, explicou os detalhamentos da tecnologia ao governador Eduardo Leite, ao secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado, Edson Brum, e demais integrantes da comitiva.

Em janeiro deste ano, o governo do Estado assinou um acordo com a Hyperloop e com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) para que fossem feitos estudos de viabilidade para a aplicação da tecnologia no Estado. A rota estudada foi Porto Alegre–Caxias do Sul, passando por Novo Hamburgo e Gramado.

Para que o transporte via cápsula funcione, todo o ar é retirado de dentro de um tubo de 20 quilômetros. “A ausência de ar remove o atrito e diminui o gasto de energia, o que possibilita o deslocamento em alta velocidade. É o único meio de transporte dentro de um ambiente controlado, altamente seguro para humanos e para o meio ambiente”, explicou Zisa.

WhatsApp Image 2021 10 08 at 13 14 11
Comitiva conheceu a sede de testagem da Hyperloop Transportation Technologies - Foto: Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Esse é o primeiro estudo de viabilidade na América Latina. Ele analisa as condições técnicas de instalação, como análise de topografia e geografia, impacto ambiental, custo de instalação da trilha e do projeto no total, estimativa de tarifa para os passageiros, entre outros. A empresa já investiu US$ 55 milhões no desenvolvimento e testagem da tecnologia e a previsão é de que os testes com passageiros sejam iniciados no próximo ano. A primeira instalação da tecnologia deve ocorrer em Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes Unidos, a partir de 2023.

De acordo com o diretor Ricardo Penzin, head Brasil e América Latina da empresa, o valor da passagem para a rota entre Porto Alegre e Caxias do Sul custaria, em média, R$ 100, com um tempo de viagem de aproximadamente 20 minutos, comportando até 50 pessoas por viagem. Para o RS, o investimento necessário seria de US$ 24 milhões por quilômetro, com investimento 100% privado.

Para finalizar o dia na cidade, a prefeitura de Toulouse ofereceu um passeio ao parque L'Envol des Pionniers. A comitiva visitou a exposição “Antoine de Saint-Exupéry: um pequeno príncipe entre os homens”.

INOVAÇÃO E TECNOLOGIA - A missão na Europa teve como principal foco finalizar as tratativas para confirmar a edição da South Summit, a maior feira de inovação do sul da Europa, em Porto Alegre em 2022. Além disso, a comitiva buscou experiências na área de inovação e tecnologia e a apresentação da carteira de oportunidades para investimentos no Rio Grande do Sul.

"Estivemos em empresas e eventos para tentar atrair novos investimentos para o Rio Grande do Sul e o principal objetivo foi alcançado, que foi garantir a South Summit na capital gaúcha, resultado de um trabalho em parceria com o governo estadual e a prefeitura de Porto Alegre. Isso irá contribuir para criar mais oportunidades em inovação e para as startups do nosso Estado, que têm assumido um papel cada vez mais relevante na economia gaúcha. Também tratamos das futuras parcerias em mobilidade e produção energética, que envolvem bilhões de reais e vêm nos preparar para o futuro e que favorecerão diretamente o nosso desenvolvimento", avaliou o secretário Edson Brum.

Ainda hoje (8), a comitiva inicia o retorno ao Brasil, com previsão de desembarque em Porto Alegre, neste sábado (9).

Secretaria de Desenvolvimento Econômico