Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Atração de indústrias americanas para o Rio Grande do Sul é tema de encontro em Washington

Reunião na embaixada brasileira nos Estados Unidos também tratou da exportação de vinho gaúcho

Publicação:

Reunião na embaixada brasileira nos Estados Unidos debate investimentos no RS e oportunidades de exportação
Reunião na embaixada brasileira nos Estados Unidos debate investimentos no RS e oportunidades de exportação

O secretário do desenvolvimento econômico do RS, Edson Brum debateu nesta terça-feira, em Whashington, nos Estados Unidos, a possibilidade de indústrias americanas investirem no Rio Grande do Sul. Em encontro com o Ministro-Conselheiro para Assuntos Econômicos da embaixada brasileira, Rodrigo de Oliveira Godinho, Brum apresentou as oportunidades disponíveis no estado e conheceu os interesses das indústrias americanas.

O objetivo da reunião foi de estreitar laços e conhecer demandas, além de apresentar políticas de atração de empresas para o Rio Grande do Sul. Com a presença do secretário de promoção comercial da embaixada, Lucas Frota, também foi pauta do encontro a política comercial entre os dois países. A comercialização de produtos da indústria gaúcha encontra importante mercado na América do Norte, de acordo com Edson Brum, especialmente para a indústria de alimentos. O secretário destacou a importância de medidas fitossanitárias das indústrias que queiram exportar a produção. “Um dos pontos que foram bastante reforçados na conversa é a necessidade de produzir com máximo cuidado sanitário e também ambiental, exigências do mercado americano”, informou o Secretário.

Um dos setores que encontram portas abertas nos mercados da América Central e dos Estados Unidos é o vinícola. De acordo com Brum, a Secretaria vai buscar diálogo com a Apex Brasil para estimular a exportação do vinho gaúcho para atender a esses mercados. “Aqui em Whashiington, assim como na Costa Rica e no Panamá tem muito vinho chileno e argentino, mas muito pouco vinho brasileiro”, observa o titular do desenvolvimento gaúcho.

As despesas da viagem, que iniciou na última sexta-feira, foram absorvidas com recursos próprios do secretário. Edson Brum não solicitou diárias de viagem, passagens aéreas nem hospedagem ao governo do Estado.

Secretaria de Desenvolvimento Econômico