Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Início do conteúdo

Estado busca aproximar Rio Grande do Sul de estado alemão para atração de investimentos

Publicação:

Reunião com comitiva de empresários e autoridades do estado de Mecklenburg Vorpommern, da Alemanha
Reunião com comitiva de empresários e autoridades do estado de Mecklenburg Vorpommern, da Alemanha (1) - Foto: Foto: Rodrigo Ziebell/Ascom GVG

O Secretário de Desenvolvimento Econômico, Ernani Polo, participou na manhã desta quinta-feira (19/1) de reunião com empresários e autoridades do estado de Mecklenburg-Vorpommern, da Alemanha, coordenada pelo governador em exercício, Gabriel Souza. O encontro, realizado no Palácio Piratini, teve o objetivo de aproximar a política institucional entre os dois estados. Os temas abordados foram desenvolvimento econômico, meio ambiente e inovação.  

Gabriel contextualizou que os dois países têm uma relação muito forte entre suas culturas, e o principal destino da imigração alemã para o Brasil nos séculos 19 e 20 foi o Rio Grande do Sul.

“Nos últimos oito anos, imprimimos no Rio Grande do Sul uma agenda de reformas, equilíbrio financeiro, privatizações e parcerias público-privadas. Temos todo o interesse em ampliar parcerias, atrair investimentos para ambos e estreitar a sintonia entre setores governamentais e privados com o estado de Mecklenburg-Vorpommern”, disse o governador em exercício.

Foi abordado também o evento South Summit Brazil 2023, que terá sua segunda edição internacional que acontecerá de 29 a 31 de março, em Porto Alegre . “Essa plataforma de conexões é uma grande oportunidade para que empresas e empreendedores possam se conhecer, apresentar seus serviços e produtos, além de ser um catalisador de novas parcerias e negócios. Nesta edição, teremos cinco startups da Alemanha”, afirmou Gabriel.

O Brasil é o parceiro comercial mais importante da Alemanha na América do Sul, e os germânicos são os mais importantes parceiros comerciais do Brasil na Europa. Em 2021, o intercâmbio comercial atingiu US$ 21,5 bilhões, com exportações brasileiras da ordem de US$ 7,3 bilhões e importações de US$ 14,2 bilhões.

Ambiente é tema comum

No Rio Grande do Sul, 81% da potência elétrica instalada têm origem em fontes renováveis. O Estado representa 8,4% da potência eólica instalada no Brasil, ocupando a quinta posição, e ainda tem potencial para expandir a geração desse tipo de energia. São 61 projetos onshore em fase de licenciamento, gerando R$ 90 bilhões em investimentos, e outros 21 projetos offshore no litoral.

Segundo o chefe da Chancelaria do Estado de Mecklenburg-Vorpommern, Patrick Dahlemann, a captação de energia eólica é um tema de interesse comum. “No futuro, poderemos ser parceiros nessa área, pois estamos apostando muito em energias renováveis. A beleza dos estados é única e é reconhecida pelo alto número de turismo doméstico e internacional que temos.”, destacou.

Também participaram da reunião o cônsul-geral da Alemanha em Porto Alegre, Milan Simandl, e as secretárias de Inovação, Ciência e Tecnologia, Simone Stülp, e do Meio Ambiente e Infraestrutura, Marjorie Kauffmann. 

Secretaria de Desenvolvimento Econômico